Constantemente preocupado com o que os outros acham de você




Se alguém lhe disse que não se importa com o que as pessoas pensam, está se enganando.  A verdade é que nenhum de nos está livre dessa preocupação. Todo mundo olha nos olhos dos outros, as pessoas se preocupam em como são percebidas, se são incriveis, são pessoas boas, atraentes talvez, se não, não existiria Facebook, Twitter, Instagram e espelho.

Infelizmente essa preocupação de como somos percebidos por outros, quando excessiva nos leva a uma luta, se preocupar em ter a roupa certa, falar do jeito certo, agir do jeito certo, ajeitar o cabelo de forma diferente, será que vão rir de mim? O que vão achar de mim? E no estagio mais avançado a pessoa deixa de ser ela mesma para se adaptar ao que os outros querem dela. Você tenta se encaixar em um recipiente que não tem sua forma, acaba se apertando aqui, um pouco ali, até se encaixar, todavia não é nada confortável estar ali, demanda um esforço nada natural, gasta muita energia mental.

Um fato é, não podemos esquecer totalmente sobre isso, é presente, está no nosso dia a dia, não é de nossa natureza esquecer isso. Você pode dizer "Não me importo com opinião alheia", "Ninguém liga pra mim", mas isso não vai parar seu cérebro de se preocupar.


O melhor jeito de tornar isso positivo é:

Estar ciente dessa ansiedade, e de como elas vem até nos. A ansiedade não é um comando, elas simplesmente surgem, como nuvens vindo do horizonte, elas vão flutuar se nos deixarmos e apenas observa-las sem apego. Temos que ficar abaixo dessa ansiedade, somos pessoas boas, com bons corações. Queremos ser amados e apreciados. Nos preocupamos em ser amados e não ser julgados, isso é totalmente humano. Por baixo de tudo somos bons.

Conheça essa bondade em você, não importa o que vão achar de você, você saberá quem realmente é por dentro.